Escrevo aos sem filhos porque os que têm, supostamente, entendem do que vou falar.

Gente, ter filho é lindo, maravilhoso, um sorriso cada dia, mas também é foda, sabe? Você não sabe o que os pais passam até se tornar pai ou mãe. O início é uma fase bem complicada…

Eu sei, já estive do lado daí: Pessoas com filhos normalmente só falam de filhos, fraldas cagadas e etc… Pessoas com filhos só andam com filhos e eles são barulhentos e fazem “birra”, não deixam ninguém conversar….

Olha, amigos com filhos continuam os mesmos, porém, com filhos. Continuam seus amigos e precisam da sua amizade, agora mais do que nunca.

campanha-amigos1

Pais de crianças pequenas não costumam sair pra boate/bares, blocos de carnaval lotados, shows com aglomerado de gente e basicamente não saem à noite (a não ser quando rola o vale-night com alguém da família, mas regularmente, não dá mesmo) porque o bebê/criança tem uma rotina e sair dessa rotina significa dor de cabeça, muita dor de cabeça! Ficam chatinhas, com sono agitado, chorosas…

Sair com bebê/criança pequena é muito trabalhoso, tem que levar uma bolsa à parte com fralda, paninhos, trocador, lenços umedecidos, comida (utensílios), pelo menos duas mudas de roupa (elas se cagam, golfam, se sujam quando comem), brinquedos.

Quando está frio é pior, tem que levar manta, toca, luva, se preocupar com o tempo, se chove, se venta muito.  Vocês não sabem o desespero de ter um filho doente, além de ser muito cansativo (o triplo do que já é normalmente). E quando tá muito quente também é motivo de preocupação, se tá muito calor, se tem muito sol, se a criança vai desidratar, se queimar…

Tem que levar carrinho, bebê conforto pro carro ou se ferrar nos transportes públicos, enfrentar escadas, vão de metrô, espaço limitado e gente te olhando feio quando a criança chora…

Cansa só de escrever. Muito desanimador mesmo, por isso muitas vezes ficamos em casa e por isso pode ser uma época bem solitária.

Vocês sem filhos, que têm amigos com filhos: tenham compaixão! Chamem seus amigos com filhos para programas mais tranquilos, façam visitas, levem a diversão com vocês. Pensem que um dia vocês estarão na mesma situação se tiverem filhos e esses amigos com filhos irão te ajudar, serão os que farão companhia a você e sua família e ainda tirarão todas as suas dúvidas kkkk

Outra coisa, não julguem os pais, parece cliché, mas vocês só vão entender quando tiverem filhos! Não digam a eles que são pais neuróticos, cheios de frescura, que seus filhos nunca serão assim. Acreditem: vocês vão se arrepender!

Cada criança é de uma forma, se você tem um sobrinho que dorme a noite toda, não quer dizer que o seu filho também irá dormir a noite toda, ou que o filho do seu amigo está mal acostumado.

Se você tem um afilhado que é super quieto, não quer dizer que seu filho será um santo ou que o filho do seu vizinho é um mal educado porque grita de vez em quando.

Se você tem um amigo com um bebê que não chora quase nunca, não quer dizer que seu filho também será calmo, ou que o filho do seu outro amigo é um mimado porque chora o tempo todo.

Aproveito pra me desculpar com todos meus amigos que foram pais antes de eu me tornar mãe! Perdoem minha falta de noção, minha insensibilidade, meus julgamentos infundados e minha ausência! A gente comete tanto erro quando não estamos vivenciando a situação, né? Espero poder atingir algumas pessoas sem filhos com esse texto e que estes se tornem um pouco mais sensíveis e possam se colocar no lugar do próximo com cria =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s