A maternidade é um paradoxo, né? A melhor definição que eu já criei sobre isso é: “Ser mãe é sorrir de olheira a olheira”. Por isso virou meu slogan 😂
 
Nossas olheiras aumentam pelo cansaço, são como uma marca registrada, uma cicatriz que está lá para nos lembrar do esforço que fazemos todos dias, o limite que ultrapassamos, aprendizados que adquirimos através dos filhos.
 
Os sorrisos também se alargam cobrindo o rosto de ponta a ponta, é o amor que sentimos, registrando os momentos de pura felicidade que rondam a vida de mãe.
 
Se formos analisar bem, as olheiras devem ser vistas como um troféu, motivo de orgulho. Apenas as fortes as possuem, são como pinturas faciais de guerreiras prestes a entrar em batalha, mas que enfrentam a batalha da maternidade diariamente.
 
Como numa tribo em que há rituais de passagens com cortes, pinturas, danças, as mães também se caracterizam com seus círculos ao redor dos olhos. Deveriam ser vistos como sinal de respeito, representam a dedicação ao próximo, são a melhor comprovação de amor e comprometimento.
 
por thais braga – @Mãezonanoface
Por favor, não copie, compartilhe do blog no link original ❤
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s