Não existe maternidade/ paternidade sem marcas, sem esforço, sem perdas.

Faz parte do processo e temos que nos ajustar a essa realidade. Podemos fazer com mais leveza? Sim! Mas tem como ser leve sempre? NÃO!

Isso não é falar mal, é falar a real. Apenas isso. Quando estamos preparados para o que está por vir a tendência é que seja menos desgastante.

Alguns dias serão tranquilos, noutros vc terá vontade de chorar.

Os filhos terão dias difíceis e nós precisaremos absorve-los . Nós teremos dias difíceis e, mais uma vez, deveremos lidar com isso sem que os atinja (na maneira do possível, da humanidade, sanidade). Sorte que as felicidades contam em triplo e por isso há um certo equilíbrio: 3 super birras no mesmo dia são esquecidas com um “eu te amo” antes de dormir.

No dia desta foto eu carreguei Aurora no colo porque ela estava se sentindo mal. Fiquei tanto tempo a levando que a marca de sua mão ficou marcada nas minhas costas por causa do sol.

Eu nem liguei pro peso, calor, cansaço, minha preocupação era que ela se sentisse melhor.

A maternidade tem dessas coisas, a gente reclama pra caceta, mas depois que se assume como mãe, não há como imaginar vida sem aquela criança que vc pariu: Amor incansável.


#amor #maternidade #maternidadereal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s