Pra quem ainda não viu, eu escrevi um livro infantil que caiu como uma luva para esse período de isolamento social que estamos vivendo! Ele está ‘a venda no Brasil e restam poucos exemplares para esgotar a primeira edição!

Eu fiz uma campanha de financiamento coletivo e chegamos na meta em uma semana! O livro está em fase de finalização e será entregue em Abril!

Se você quiser um exemplar mande um email para >>> maezonaemail@gmail.com Valor de um Livro : R$ 35 + R$ 10 de entrega para qualquer lugar do Brasil – Total R$ 45,00

Capa final da primeira edição: Prazo de entrega > Final de Abril
Junto com o Livro será enviado um cartão postal para que a criança possa expressar seus sentimentos de saudade e enviar a alguém especial se quiser.
A criança também vai receber uma tira com adesivos para enfeitar o cartão postal, assim como na história do livro.

Conheça mais sobre o projeto:

“Um livro escrito para todas as crianças que não podem curar suas saudades com abraços.

Vamos falar sobre a saudade ?

“A Carta que Transportava Saudade” é um livro infantil que fala sobre a saudade de forma lúdica! Um sentimento comum em nossas vidas, ainda mais em tempos de pandemia.

Estamos vivendo em uma época sem precedentes e as crianças estão sendo muito afetadas com o isolamento social.

Precisamos explorar assuntos que falem da saudade, da distância e da despedida. Esse livro é baseado em uma história real que nasceu com a intenção abrir o caminho para um diálogo profundo com nossos filhos. Eu espero que possa trazer algum conforto e reflexão sobre a falta, em todos os seus formatos.

A personagem principal é uma menina que sente falta dos avós e que para amenizar as saudades faz um desenho em formato de carta para enviar por correio.

Sua mãe promete postá-la, mas com a vida corrida, o envelope fica esquecido na prateleira da sala “acumulando” saudades.

No final do livro, a mãe entende que a carta representa muito mais que um simples desenho e precisa ser despachada para que a menina se sinta ouvida.

Uma história que trata sobre distância, saudade e até despedia, este último sendo no viés da morte. Se torna uma ferramenta para abordar assuntos delicados de forma leve. Uma solução para acalmar a falta, um incentivo para as crianças passarem seus sentimentos para o papel e os destinarem a algum lugar que seja especial para elas, seja para casa dos avós, dos amigos ou para o céu.

Que elas se sintam acolhidas, aliviadas e possam usar a arte como aliada no processo de expressão pessoal.

A Menina e a Saudade – Personagem que deu origem a história!

Sabe quem é essa? A menina tomada por saudade! Ela é branda, doce, nostálgica, sensível. Ela fica assim, com o semblante adormecido, sonhando acordada, recordando as memórias, os momentos marcantes que deixam os olhos cheios de lágrimas. Ela é o tom da saudade, azulada, meio distante, meio letárgica, a cor do mar, do céu, às vezes infinita. Ela é personagem do livro “A carta que transportava saudade” que está tomando vida! 💙

Direto do imaginário da autora Thais Braga para o papel, pelas mãos da artista-ilustradora Carol Cunha.

“Essa criança representa a saudade da minha menina, que mora dentro de mim, e também da menina que nasceu de mim e está sempre me lembrando que estamos longe da nossa origem. Somos uma família expatriada e a distância é nossa rotina, mas imagino que, atualmente, muitas famílias estão vivendo o isolamento e a morte precoce e sentindo na pele o significado da falta! Espero que quando esse livro sair possa ajudar muitas crianças e adultos a abrirem o espaço para o diálogo sobre essas questões que tocam fundo na gente. Se falamos de nossas preocupações elas tendem a diminuir, acho que é porque são divididas. Portanto, vamos buscar caminhos para falar sobre a saudade?” Thais Braga

Como surgiu a história?

Por Thais Braga

Cartas esquecidas na prateleira da sala e uma criança angustiada me perguntando quando seriam enviadas ao seu destino! Foi assim: minha filha fez umas cartinhas para os avós e eu não percebi que elas representavam muito mais do que um papel desenhado! As semanas passaram, até meses e em um desses dias nostálgicos, tentando lidar com a falta que a minha filha sente da família no Brasil e de seus amigos afastados por causa do Lockdown, fui conversar com uma amiga, que é psicóloga infantil, Mariana Simonaci, e ela me questionou:

– “Por que ainda não enviou as cartas? Dê destino a tudo que está ali!”

Pronto! Tive uma luz para escrever a história. A ideia inicial era acalmar a Aurora, mas no fundo, também escrevi para a menina aqui dentro de mim, que vive a mesma aflição! O resultado disso foi um ebook!

Como tenho uma página sobre maternidade, achei que seria interessante compartilhar aquele conteúdo com outras pessoas!

Eu tive um retorno emocionante de pessoas que adquiriram o ebook, que, assim como eu, também sentiram que serviu tanto para eles como pros filhos! Me contaram como abriu o caminho para uma conversa sincera com as crianças, ficaram surpresos! É um privilégio enorme fazer parte de algo tão significativo, num momento tão delicado e ao mesmo tempo, de forma tão sutil.

Nesse momento de pandemia, em que a saudade, a distância e a despedida fazem parte de nossas vidas, eu tenho certeza que essa história será muito útil para muitas famílias!

Olá! Meu nome é Thais Braga, sou publicitária, carioca, residente em Londres, casada e mãe da Aurora de 5 anos! Tenho um blog sobre maternidade que, somando todas as plataformas, conta com mais de 170 mil seguidores. Minha imaginação corre solta e quando o assunto é escrever e contar histórias eu sinto que meu coração bate mais forte!

Esse é meu primeiro livro impresso, estou animada e ao mesmo tempo emocionada com a possibilidade de ter um pedaço de mim em outras casas, de poder compartilhar uma história real, sensível e atual para esses tempos cheios de saudades que vivemos. Minha esperança é poder transformar dificuldade em alívio, diminuir uma angústia, fazer sumir uma preocupação, tudo isso de forma sútil, contando uma história, abrindo um diálogo e criando conexões entre pais e filhos. Que esse livro sirva como um abraço meu quando alguma saudade apertar no peito.

Oi! Meu nome Carol, sou artista por vocação e ilustradora de coração! Tenho uma filhota de 4 patas e dois girassóis, meus pais.

Comecei a desenhar pra valer há uns 4 anos mais ou menos porquê precisava dar vida ao meu mundo de alguma forma e descobri que através das cores eu podia contar muita coisa legal e de tabela acabei tocando o coração de muita gente!

Quando a Thais Braga me chamou pra ilustrar seu livro me senti extremamente honrada em dar cara, cor e vida à uma historia tão linda e tão providencial para os dias de hoje! Foi um prazer ajudar a colorir esse sentimento chamado saudade!

Curtiu o projeto? Quer apoiar e garantir seu livro no Brasil? Então me manda um email: maezonaemail@gmail.com

Em breve terá lançamento fora do Brasil também! Se cadastra no Newsletter da Mãezona para ficar sabendo quando acontecer: http://eepurl.com/cINZ0P

Destaque na coluna de Guilherme Amado- Revista Época (OGLOBO)

Destaque no Jornal impresso e online para falantes da Língua Portuguesa em Londres (Notícias em Português) Link: https://www.noticiasemportugues.co.uk/2021/03/22/brasileira-lanca-livro-sobre-saudade-entre-criancas-expatriadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s